terça-feira, 30 de junho de 2009

REMEMBER THE TIME

Hoje coloco mais um vídeo para relembrarmos o grande Michael Jackson. Espero que gostem. Deleitem-se!!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

QUE VENHAM AS FÉRIAS

Pois então, eis que mais uma segunda-feira (odeio segunda-feira) está findando, graças a alguém! Não sei porque inventaram que final de semana deve ter só dois dias, quando, muitas vezes (sou professor, lembram?), tenho muito mais trabalho nesses dois dias do que durante a semana toda. Mas, graças a alguém (de novo) o período letivo está terminando e em breve teremos nosso tão merecido recesso escolar. Digo recesso, porque não são mais férias como antigamente. No meu tempo, que na verdade não faz tanto tempo assim, tínhamos um mês de férias no meio do ano, três meses no verão e aprendíamos muito mais do que os moleques aprendem agora. Essa coisa de 200 dias letivos só serve para deixar tanto alunos como professores cansados, estressados, de saco cheio, o que baixa, consideravelmente, a produção de ambas as partes. Vamos fazer um movimento para que tenhamos de volta o direito que nos foi usurpado: férias de verdade duas vezes por ano! Abaixo os 200 dias letivos!! E que venham as FÉRIAS!!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

NEVER CAN SAY GOODBYE

No hace falta decir que estoy chocado ante la muerte del mayor nombre de la música pop de todos los tiempos: Michael Jackson. Para quien, como yo, nació en 1970 y vivió en los fantásticos años 80, la muerte de Michael representa el final de una época, el cierre de un período que jamás volverá. No soy crítico musical, pero arriesgo decir que nadie hizo, hace ni hará lo que M.J. ha hecho de la manera más increíble. Me atrevo en decir que, probablemente, no habitará este mundo otro artista como él.
Michael fue Black or White, fue Bad, fue Dangerous, estuvo On The Wall y escribió desde Neverland su History en el mundo de la música y del entretenimiento en general. R.I.P. Michael, dondequiera que estés...

quinta-feira, 25 de junho de 2009

EM OBRAS

Nestes dias iniciais vocês notarão algumas modificações na Sala, mas tais obras são para melhor servi-lo. Certo de sua compreensão, antecipadamente agradeço e lhe desejo uma semana "de puta madre".

terça-feira, 23 de junho de 2009

MANOS A LA OBRA

Pra começar, vou colocar aqui um poema que cometi e que gosto muito, embora já o tenha feito há muito tempo.

CAI O PANO...

Tenho vivido em silêncio...
Tento ouvir, mas não consigo...
Tenho vagado pela noite...
Tento ver, mas meus olhos se negam...
Tenho tentado vencer a muralha...
Mas o oponente é mais forte...
Tenho pensado em morrer...
...Algo não me deixa partir...
Tenho sonhado com um final feliz...
...O roteiro é outro...
Eu...
Desisto...?
Não...!
Luz... Câmera... Ação...!
Deu-se início à ficção...
...Vida...?
Sem amor no coração...
...Pai...? Sujeito...?
Oculto... Indefinido...
...Inexistente...
Sem sentido, nem direção...
...Corpo em repouso... Estático...
Eternamente...
...Até o fim dos dias...
Aí, então...
...Desculpas... Arrependimentos...
Tarde demais... Não há mais cicatrização...
...Cai o pano... Fim...
Sem aplausos, nem bis...

MAIS TARDE NA SALA DE JUSTIÇA

Pois é, galera, seguindo o exemplo da minha amiga Luciana, resolvi enveredar por outros caminhos e criar a minha Sala de Justiça, mas sem nunca abandonar minhas raízes.